Frank Eler Marketing & Consultoria | Acessoria para micro, pequenos e médios empreendimentos

A mulher que Deus escolheu para ser um amor de esposa e mãe

Frank Eler      quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Já nasceu predestinada a ser um amor de esposa e de mãe...

 

amor de esposa

 

Ela era jovem e bela em vários sentidos, principalmente seu jeito de ser, bem diferente das outras jovens em sua cidade.

 

Maria deve ter sido escolhida desde seu nascimento, e por mais que a Bíblia não dê muitos detalhes sobre ela, só podemos concluir que aquela jovem devia ser realmente especial.

 

Veja sua reação quando o anjo se aproximou dela e lhe deu a maior notícia que alguém poderia receber…

 

Ela daria à luz ao Senhor dos senhores:

 

“Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra.”

 

Lu 1.38. Mas talvez você se pergunte, como alguém seria capaz de negar tamanho privilégio?

 

Bom, vamos recaptular o momento.

 

Uma jovem virgem, prestes a se casar e se tornar um amor de esposa, recebe a notícia de que está grávida, no tempo em que um fato como esse poderia levar uma mulher à ser condenada à morte.

 

O que as pessoas iriam pensar dela?

 

Como seus pais receberiam esta notícia?

 

Será que alguém acreditaria quando ela tentasse explicar que o filho que ela esperava era de Deus, e que de fato, ela ainda era uma virgem?

 

‘Ah, conta outra!’, muitos iriam dizer.

 

É isso que Maria estava prestes a enfrentar pelos próximos meses.

 

Isso se ela sobrevivesse aos fanáticos religiosos da época, que tentariam apedrejá-la assim que sua gravidez fosse perceptível!

 

E ainda tinha seu noivo José…

 

Como ele receberia as novidades? Será que ele ainda a desejaria?

 

Contudo, a sábia jovem decidiu:

 

‘Que se cumpra em mim conforme a tua palavra.’

 

Esse é o espírito que devemos ter em nós, um espírito de coragem que irá desafiar o senso comum e todo o tipo de dúvidas.

 

Maria mostrou ali mesmo o que a fez ser escolhida imediatamente.

 

Oportunidades vêm e vão todos os dias, e a maneira como nós reagimos à elas mostra que tipo de vida vivemos.

 

Como você reajiria se estivesse no lugar dela?

 

Você pediria a Deus um sinal?

 

Você pediria a Deus para permitir que você se casasse primeiro?

 

Ou será que você diria ‘Vou pensar sobre o assunto’?

 

Será que você diria à Ele que tudo está indo tão bem no momento, e que você não está preparada para tamanho desafio?

 

Maria sabia que conseqüências a gravidez representava para ela.

 

Ela seria perseguida, não teria uma casa permanente por algum tempo, daria à luz em condições precárias, além de ter que fugir constantemente daqueles cujo objetivo era tirar a vida da criança, mas mesmo assim ela aceitou o desafio – ela sacrificou sua vida e seus planos para cumprir o Plano de Deus.

 

Deus continua procurando por mulheres nos dias de hoje, que como Maria, estão prontas para sacrificar suas próprias vidas e planos para cumprir os Seus.

 

Mulheres que darão à luz outros homens e mulheres de Deus, acrescentando, assim, almas de valor inestimável ao Reino de Deus.

 

Mulheres que estão prontas para deixar tudo para trás, serem perseguidas, incompreendidas, e mesmo assim serem felizes por estarem servindo a Deus.

 

Mulheres que sacrificarão suas vidas e seus planos para cumprir o Plano de Deus.

 

Você é esta mulher? Você é um amor de esposa?

 

Se sim, o que você têm feito para que ser também uma escolhida? 

 

Descubra Aqui Como Melhorar Seu Casamento em 8 Semanas ou Menos, Usando Poderosos Princípios BÍBLICOS, Sem Brigas Nem Batalhas Espirituais. 

 

 

Comentários